TBG, NTS e TAG firmam acordo para compartilhamento do primeiro marketplace do mercado de gás
Colaboração e eficiência simplificam o acesso ao Sistema de Transporte de Gás Natural do País
13 de julho de 2021

A Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil – TBG, a Nova Transportadora do Sudeste – NTS e a Transportadora Associada de Gás – TAG firmaram parceria para compartilhamento do Portal de Oferta de Capacidade (POC), ferramenta digital alinhada com a Nova Lei do Gás e primeiro marketplace do mercado.

 

O acordo entre as transportadoras prevê coparticipação administrativa, de desenvolvimento, manutenção e operação da plataforma digital, a qual permite que agentes de outros segmentos da cadeia do gás natural também participem do marketplace. A cada cinco anos, uma das empresas será a responsável pela gestão, num sistema de rodízio. A primeira gestora será a TBG.

 

Para Erick Portela, diretor-presidente da TBG, essa parceria inédita com a NTS e a TAG representa um momento significativo para o setor, que promove avanços importantes ao mercado nacional de gás.

 

“O marketplace, criado pela TBG e lançado em julho de 2020, é uma ferramenta muito importante, que estabelece um cenário favorável à livre negociação. Nesse ambiente digital, os vários agentes de mercado podem estabelecer parcerias, a exemplo do que está sendo feito pelas transportadoras, visando novos tipos de negócio por meio da inovação. É o conceito de shopping center, em que as empresas de toda a cadeia produtiva de gás natural podem estar presentes, oferecendo seus produtos e serviços em um mesmo espaço virtual. E, diante desse novo cenário, as transportadoras, que são um elo importante do setor, passam a assumir o papel de protagonistas. Portanto, temos que estar preparados para atender às novas demandas de mercado, na velocidade em que surgirão e num nível de exigência cada vez maior”, afirma Erick.

 

Segundo Wong Loon, presidente da NTS, além de facilitar a aquisição de produtos pelos carregadores, o portal único poderá disponibilizar novas funcionalidades ao mercado.

 

“Entendemos que esta unificação tornará todo o processo de compra de capacidade mais dinâmico. Graças a esta interconexão com a TBG e com a TAG, as chamadas coordenadas se tornarão mais simplificadas, com o mesmo carregador adquirindo capacidade de entrada e saída de empresas diferentes. Nossa expectativa é de iniciar a oferta de produtos da NTS pelo POC ao longo do segundo semestre deste ano”, destaca Wong.

 

Gustavo Labanca, diretor-presidente da TAG, por sua vez, acredita que, “além de facilitar a coordenação e visibilidade das ofertas de capacidade das transportadoras, o POC contribuirá para o processo de integração das áreas de mercado, o que é fundamental para dar maior liquidez às transações comerciais e o consequente desenvolvimento da cadeia de gás natural no País. Em 2021, demos passos importantes para a ampliação da oferta de serviços de transporte aos agentes interessados em acessar o sistema e um deles é o POC. Por meio desta plataforma única, poderemos conduzir processos de Chamada Pública ou mesmo ofertar contratos na modalidade de serviço extraordinário para nossas malhas de transporte de forma muito mais dinâmica”, complementa Labanca.

 

Sobre a TAG

A Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG) é detentora da mais extensa rede de gasodutos de transporte do país, com aproximadamente 4.500 km, que respondem por 47% da infraestrutura de gás do país. São 3.700 km na região costeira do Brasil, passando por quase 200 municípios de nove estados brasileiros – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro – e outros 800 km na Amazônia, em trecho que liga a região petrolífera de Urucu a Manaus, no Amazonas.

As operações da Companhia no estado da Bahia abrangem 23 pontos de entrega de gás natural, cinco pontos de recebimento e duas estações de compressão, atendendo à distribuidora local (Bahiagás), uma planta de fertilizantes, três termoelétricas e uma refinaria.

A TAG é referência em segurança operacional de infraestrutura de transporte de gás natural no Brasil, contribuindo para o processo de transição energética para uma economia de baixo carbono.

Sobre o POC

Ferramenta pioneira no mercado de gás do Brasil que oferece ao usuário uma experiência similar à das principais plataformas de comércio eletrônico, respaldada por sofisticados e modernos softwares. Em poucos cliques é possível se cadastrar e contratar os produtos ofertados no Sistema de Transporte que integra as diversas fontes de suprimento: bacias de produção nacional (onshore e offshore), Bolívia e terminais de GNL, permitindo a competição e a movimentação por uma rede de gasodutos que integra Estados que representam mais de 90% do PIB industrial brasileiro. A plataforma, adaptada e atualizada, será lançada ainda no segundo semestre de 2021.